首页 > 新闻 > 葡语新闻 > 正文

China aplicará tarifas da RCEP sobre mercadorias da República da Coreia

A partir de 1º de fevereiro, a China adotará tarifas do acordo da Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP, sigla em inglês) sobre importações selecionadas da República da Coreia, informou nesta quinta-feira a Comissão de Tarifas Aduaneiras do Conselho de Estado.

A mudança acontecerá exatamente no dia em que o acordo da RCEP entrar em vigor para a República da Coreia, explicou a entidade em um comunicado. A República da Coreia depositou recentemente seu instrumento de aprovação ao Secretário-Geral da ASEAN, que é o depositário do pacto.

Para os anos após 2022, os reajustes tarifários anuais prometidos no acordo entrarão em vigor no primeiro dia de cada ano.

A implementação da RCEP na República da Coreia reforçará ainda mais a cooperação econômica e comercial regional e trará benefícios a todos os membros da parceria, acrescenta o comunicado.

Como o maior pacto de livre comércio do mundo, o acordo da RCEP entrou em vigor em 1º de janeiro. A partir de então, mais de 90% do comércio das mercadorias entre os membros aprovados estarão eventualmente sujeitos a tarifa zero.

A RCEP foi assinada em 15 de novembro de 2020 por 15 países da Ásia-Pacífico -- dez membros da Associação das Nações do Sudeste Asiático mais China, Japão, República da Coreia, Austrália e Nova Zelândia -- após oito anos de negociações que começaram em 2012.

Fonte:Xinhua